O impacto do treinador em jovens atletas a longo prazo é hoje em dia inegável. 

Qualquer adulto que tenha sido atleta na sua infância e juventude, consegue facilmente lembrar-se do nome dos seus primeiros treinadores. Se tentar lembrar-se do nome dos primeiros professores, terá a mesma facilidade?

O treinador passa muito tempo com os jovens atletas, nos treinos ao longo da semana, nas competições ao fim-de-semana e por vezes em viagens com dias fora. São muitas horas em contexto de grupo.

Sendo o treinador a principal figura entre os vários adultos que acompanham uma equipa juvenil, acaba por desenvolver-se uma ligação paternal / maternal, logo a partir de tenra idade, entre atletas e treinadores / treinadoras.

É por isso que efetivamente o impacto do treinador no futuro de jovens atletas poderá ser enorme naquilo que será a sua personalidade e modo de vida no futuro.

O impacto do treinador em jovens atletas a longo prazo

Ao longo do processo de crescimento e desenvolvimento nem sempre é evidente o impacto do treinador mas quando pensamos no longo prazo, as dúvidas não existem.

Para além da importância do treinador na formação de atletas jovens, são vários os relatos de jogadores que atingem o topo e enaltecem o impacto que um determinado treinador teve no início da sua prática desportiva.

Tal acontece porque a influência do treinador em idades jovens vai muito para além da aprendizagem técnico-tática mas até mais na formação do indivíduo, com uma preocupação clara na sua futura integração na sociedade.

Não é difícil fazer uma ligação entre o que se procura na prática desportiva em contexto infanto-juvenil e o efeito que isso terá no futuro, como por exemplo:

  • Ajudar no crescimento e evolução dos jovens atletas para que percebam o seu caminho e lugar na sociedade;
  • Potenciar o sucesso escolar e as escolhas acertadas para o seu futuro;
  • Transmitir que a equipa está sempre acima do atleta e as decisões de uma única pessoa afetam o grupo no seu todo, tal como ao longo da vida;
  • Ensinar a saber ganhar mas também a perder e a lidar com a frustração, o que certamente acontecerá no longo prazo;
  • Promover a conciliação da vida pessoal, escolar e desportiva, da mesma forma que será necessário conciliar as diferentes responsabilidades e papéis na vida adulta.

Mesmo que por vezes subtilmente, o desporto é um meio de educação extremamente potente e eficaz que se revela anos mais tarde no percurso que antigos atletas seguem nas suas vidas pessoais, familiares e profissionais.

O desporto é uma escola de vida e o treinador é o professor

Em grande parte, o impacto do treinador no futuro de jovens atletas resume-se aos valores que cada indivíduo irá adquirir em paralelo com a prática desportiva.

Embora a responsabilidade seja dos pais, cabe também ao treinador, para além da vertente desportiva e especialmente em idades precoces, trabalhar o futuro das crianças e jovens. 

Assim, é importante canalizar a energia e entusiasmo dos jovens atletas para o essencial –  promover um clima de diversão e alegria. Dessa forma, o atleta será uma “esponja” e estará nas melhores condições para captar o que é transmitido, onde se incluem os valores que terá na vida adulta em sociedade.

 

Receba diretamente no seu e-mail mais conteúdos úteis sobre Clubes Desportivos e Desporto de Formação.

Quero Subscrever